Ozonioterapia
O que a ozonioterapia pode fazer pelos idosos?
9 de abril de 2021
Home Care para idosos
Home Care para idosos não dispensa a presença do cuidador
14 de abril de 2021
Exibir tudo

Acidentes domésticos com idosos: você sabe como agir? Confira 7 dicas para evitar os mais comuns.

Acidentes domésticos

Segundo dados da Universidade Federal de São Paulo, 29% dos idosos caem ao menos uma vez ao ano e 13% caem de forma recorrente. Neste período de pandemia e isolamento social, o número de quedas chegou a 30% dos acidentes domésticos.

Com as pessoas passando mais tempo em casa, mais atenção é necessária por parte de cuidadores e familiares.

Leia ainda:

8 dicas de prevenção de doenças nos idosos

Prevenção de queimaduras em idosos

Saúde mental durante a pandemia

Coronavírus: o que cuidadores e idosos precisam saber

Acidentes domésticos com idosos

Os acidentes domésticos mais comuns com idosos são quedas, cortes, engasgos, intoxicações (alimentares/medicamentosas), queimaduras e choques. Destes, as quedas são a maioria e também constituem os acidentes mais graves. 

Quando acidentes domésticos acontecem, as primeiras medidas a serem tomadas pelo cuidador incluem comunicar os familiares responsáveis, seguir (se disponível) o plano de ação para emergências, ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pelo 192 ou para o plano de saúde ou para o médico de confiança da família.

O primeiro instinto de quem cuida é ajudar a vítima. Porém isto deve ser feito com conhecimento e critério. Por exemplo, em caso de queimaduras por algum produto químico, colocar o ferimento em água corrente pode piorar ainda mais a situação. Da mesma forma, uma lesão cervical pode se agravar e gerar graves consequências se o paciente for manipulado da forma incorreta. Daí a importância do cuidador receber treinamento adequado”.

Camila Oliveira, enfermeira da Acvida Cuidadores

Isto reforça a necessidade de profissionais cuidadores treinados, capazes de seguir orientações técnicas adequadas e também capazes de acalmar a vítima e as demais pessoas envolvidas.

O tempo é de pandemia, e neste ínterim todos pensam na Covid-19. Mas a atenção à saúdem mental também não deve ser negligenciada, ansiedade e depressão são alguns dos problemas que mais tiveram aumento de casos e vão perdurar muito além do Coronavírus.”

Completa a enfermeira

Como o cuidador pode ajudar a diminuir acidentes domésticos com o idoso?

O cuidador é responsável pelas atividades de vida diária tais como alimentação, higiene pessoal, medicação de rotina, acompanhamento aos serviços de saúde e demais rotinas cotidianas, ajudando na qualidade de vida e segurança do idoso.

Sugerir adaptações para a casa, ou mesmo evitar o uso de objetos que possam representar riscos, ajuda efetivamente a reduzir as chances de problemas envolvendo idosos.

Confira 7 dicas que podem prevenir os acidentes domésticos mais comuns.

Quedas acidentais

Cortes em idosos

  • Idosos dependentes, assim como aqueles com as funções cognitivas prejudicadas, não devem manusear facas, tesouras e outros objetos cortantes. Aqueles com qualquer tipo de limitação só devem fazê-lo sob supervisão de um cuidador ou familiar, e sempre de forma compatível com suas capacidades.

Queimaduras em idosos

  • Valem as mesmas dicas acima para o uso de fogões e outros objetos que gerem calor. Mais: evite que o idoso permaneça desacompanhado na cozinha ou em áreas como churrasqueiras, pois superfícies aquecidas podem causar queimaduras tão graves quanto aquelas causadas por contato direto com o fogo e demais fontes de calor.

Engasgos em idosos

  • Problema comum, nunca deve ser negligenciado pois pode evoluir para situações graves como uma pneumonia por aspiração. É necessária avaliação médica para determinar o tipo de dieta mais adequada (sólida, pastosa, líquida) em idosos com dificuldade de deglutição, particularmente pacientes com demências, e o uso de espessantes para o consumo de líquidos;
  • Saiba ainda como desengasgar um idoso em 3 passos: conheça a Manobra de Heimlich.

Intoxicação alimentar em idosos

Intoxicação medicamentosa

  • Neste caso, a velha máxima “não consuma remédios sem orientação médica” ainda é a melhor alternativa.

Choques em idosos

  • Diferente de crianças, que podem inserir os dedinhos em buracos de tomadas, é mais comum que idosos tomem choques por manusear fiação exposta (desencapada) ou máquinas sem o adequado aterramento elétrico. Enquanto o primeiro problema pode ser evitado com atenção por parte de cuidadores e familiares, o segundo pode exigir uma revisão nas instalações elétricas da casa;
  • Fiação aparente, extensões elétricas, benjamins (T´s de tomadas), gambiarras em geral: nada disso é bem-vindo em casas com idosos;
  • Sistemas elétricos (como quadros de luz, disjuntores e a própria fiação) podem ser especificados para durar até 50 anos, mas diversos fatores contribuem para diminuir sua vida útil para até menos de 20 anos, em particular em construções concluídas até o ano 2000. Na maioria dos casos, a troca da fiação elétrica, dos disjuntores antigos e a instalação de um disjuntor diferencial residual (disjuntor DR) é capaz de promover proteção adequada à pessoas e animais domésticos;
  • Se desconfiar de suas instalações, ou se estas apresentarem problemas recorrentes de queda de disjuntor, aquecimento de fiação ou tomadas, choques em paredes ou elementos de iluminação (mesmo que leves), dentre outros, solicite a avaliação de um especialista (eletrotécnico, técnico eletricista ou engenheiro eletricista).

As famílias não devem postergar a decisão de contratar um cuidador mesmo durante a pandemia

Face a todos estes riscos de acidentes domésticos, aumentados em função das pessoas permanecerem mais em casa por conta da pandemia de Covid-19, os cuidadores de idosos tornam-se profissionais ainda mais relevantes.

Redobre a atenção com seus idosos e não hesite em procurar ajuda profissional para cuidar de seu ente querido.

PRECISA DE UM CUIDADOR DE IDOSOS? CLIQUE AQUI.

AINDA TEM DÚVIDAS SOBRE A CONTRATAÇÃO DE UM CUIDADOR PROFISSIONAL? JÁ OUVIU A FRASE “PRECISO DE UMA CUIDADORA URGENTE” EM SUA CASA? SAIBA TUDO O QUE É NECESSÁRIO ANTES DE CONTRATAR UM CUIDADOR DE IDOSOS: CLIQUE AQUI.

Conhecer mais sobre acidentes domésticos ajuda a preveni-los. Por isso, talvez os artigos abaixo lhe interessem:

Conheça 5 mitos e verdades sobre o Alzheimer

Câncer de pele em idosos: é importante conhecer para prevenir e tratar precocemente

Conheça a Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos 

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador