Atividades do cuidador de idosos
Atividades do cuidador de idosos
1 de junho de 2020
Lar do idoso
Lar do idoso
3 de junho de 2020
Exibir tudo

Diarreia em idosos é sinal de alerta para cuidadores e familiares

Diarreia em idosos

Saiba mais sobre a diarreia em idosos e sobre outros problemas do trato gastrointestinal na terceira idade.

Leia também:

Pneumonia em idosos: o que familiares e cuidadores precisam saber

Imunidade do idoso: como aumentar

Estresse em Idosos: confira os 5 principais sintomas

Problemas gastrointestinais em idosos: o que cuidadores e familiares precisam saber

Diarreia em idosos: alimentação

A diarreia em idosos pode ser causada por vírus, bactérias, disfunções gastrointestinais, existência de parasitas intestinais, uso de antibióticos, uso seguido de laxantes, intolerância a algum tipo de alimento, consumo recorrente de alguns medicamentos, tumores malignos, intoxicação alimentar ou mesmo outros problemas que exijam uma investigação médica mais detalhada.

Complicações da diarreia em idosos

A maioria dos casos, quando se trata de episódios isolados e sem sangue nas fezes, pode ser acompanhada em casa e não gera maiores complicações. Mas casos recorrentes, com febre persistente ou ainda onde a condição do idoso não melhora com o tempo, podem indicar situações que exijam intervenção.

A complicação mais comum da diarreia em idosos é a desidratação, que pode ocorrer em questão de horas e pode evoluir para quadros mais graves. Sintomas como boca seca, falta de disposição, confusão mental e urina concentrada (ou em menor quantidade do que o habitual) são indicativo de desidratação.

É importante prestar atenção também a outras questões, como por exemplo: 

  • Azia constante;
  • Cólicas Abdominais fortes;
  • Disfagia (dificuldade para engolir);
  • Flatulência excessiva e com forte odor;
  • Hemorragia digestiva;
  • Incontinência fecal sem justificativa;
  • Obstrução Intestinal;
  • Vômitos que não cessam;
  • Fezes com presença de sangue: fezes pretas, como borra de café, com a presença de sangue escuro (melena) podem sugerir um sangramento localizado em nível do estômago. E caso as fezes estejam acompanhadas de sangue vivo (enterorragia) podem indicar sangramento em níveis baixos como reto e ânus.

Todos estes sintomas exigem a avaliação por um profissional médico.

Como curar diarreia em idosos

Uma orientação básica é aumentar o consumo de água para evitar a desidratação. Se os sintomas não evoluírem e puderem ser controlados apenas com a alimentação, não havendo outras comorbidades (outras doenças), o correto é aguardar a evolução em casa.

Muitas pessoas suspendem a alimentação em casos de diarreia em idosos, o que pode agravar o quadro. Na verdade, devem ser evitados os alimentos capazes de soltar o intestino (laxantes) e devem ser preferidos os que prendem o intestino (constipantes).

Importante: idosos dependentes não devem ter incluídas em suas refeições alimentos que não tenham o hábito de comer ou que não sejam prescritos por médico ou nutricionista. O mesmo vale para soro caseiro e isotônicos, que contém sódio e podem acarretar alterações na pressão arterial. Na dúvida, procure um especialista.

Alimentos constipantes (prendem o intestino)

  • Arroz branco
  • Banana
  • Batata baroa
  • Batata doce
  • Batata inglesa
  • Biscoitos salgados
  • Cará
  • Cenoura cozida
  • Chá de broto de goiabeira
  • Farinha de mandioca
  • Farinha de trigo
  • Inhame
  • Macarrão
  • Maça sem casca
  • Maisena (amido de milho)
  • Mandioca
  • Pão branco
  • Pera sem casca
  • Polvilho
  • Suco de caju
  • Suco de goiaba
  • Suco de laranja lima (coado)
  • Suco de limão
  • Torrada

Alimentos laxantes (soltam o intestino)

  • Abacate
  • Abacaxi
  • Abóbora
  • Abobrinha
  • Ameixa
  • Amêndoas
  • Amora
  • Arroz integral
  • Aspargos
  • Aveia
  • Berinjela
  • Beterraba
  • Brócolis
  • Café
  • Caqui
  • Castanhas
  • Cebola
  • Centeio
  • Cereais integrais
  • Chocolate
  • Coco
  • Couve-flor
  • Creme de leite
  • Damasco
  • Doces em geral
  • Ervilha
  • Farelo de cereais
  • Feijão
  • Figo
  • Framboesa
  • Geleias
  • Granola
  • Grão de bico
  • Jiló
  • Laranja
  • Leite e derivados
  • Lentilha
  • Mamão
  • Manga
  • Maracujá
  • Mel
  • Melado
  • Melão
  • Melancia
  • Milho
  • Morango
  • Nectarina
  • Palmito
  • Pepino
  • Pêssego
  • Pimentão
  • Quiabo
  • Rabanete
  • Repolho
  • Tangerina
  • Tamarindo
  • Tomate
  • Uva
  • Vagem
  • Vegetais folhosos em geral

(Cortesia da nutricionista Michele Bezerra – @michele_bezerranutri)

Segurança alimentar e nutricional

Muitos casos de intoxicação em função dos alimentos ingeridos, que acabam ocasionando quadros de diarreia em idosos, podem ser prevenidos com cuidados adequados na preparação das refeições.

Por isso, sugerimos a leitura de nosso artigo sobre segurança alimentar do idoso, que inclui sugestões de cardápio e dicas de alimentação preparadas por nutricionistas.

Dicas para evitar diarreia em idosos

  • Mantenha uma rotina que possa ser acompanhada através de um diário de atividades do cuidador
  • Atenção à segurança alimentar na preparação dos alimentos
  • Preste atenção à alterações no cheiro e consistência das fezes em função do uso de medicamentos, e comunique ao seu médico qualquer situação suspeita
  • Atenção à higiene pessoal: deve-se lavar as mãos do cuidador e da pessoa assistida antes das refeições
  • Cuidadores e familiares não devem permitir o consumo de medicamentos sem prescrição médica, sob pena inclusive de haver responsabilização legal pelas consequências

Vale lembrar que outras situações não listadas aqui podem desencadear um quadro de diarreia em idosos. Por isso, caso os sintomas não melhorem ou mesmo piorem, procure seu médico.

O trato gastrointestinal na terceira idade

Para saber mais sobre o trato gastrointestinal na terceira idade, sugerimos a leitura de nosso artigo “Problemas gastrointestinais em idosos: o que cuidadores e familiares precisam saber” onde entrevistamos o Dr. Eduardo Lobo, médico especialista em gastroenterologia pela FBG (Federação Brasileira de Gastroenterologia) e endoscopia pelo Hospital Sírio-Libanês.

Leia ainda:

Boa alimentação é a chave para combate a doenças

Probióticos e a imunidade do idoso

Agradecimentos

Agradecemos à nutricionista Michelle Bezerra por gentilmente nos fornecer a lista de alimentos laxantes e constipantes apresentada neste artigo.

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

2 Comments

  1. Leila disse:

    Olá gostaria de saber se podem tirar uma dúvida, minha mãe tem 79 anos e 2 vezes aconteceu que eu estava com ela e detergente sem nenhuma dor ,sem nenhuma coloca ela começou a evacuar uma diarreia escura mas não deve dor nem cólicas, foi do nada em pouco tempo foi dia 04/11 e hoje 29/11 estou bem preocupada porque nunca aconteceu isso e minha mãe é bem lúcida graças a Deus

    • Editorial Acvida disse:

      Olá, obrigado por acompanhar o Blog da Acvida. As orientações que fazemos tem caráter geral, ou seja, não substituem uma avaliação personalizada de um profissional competente. Por isso, sugerimos que procure um médico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador