Infarto em idosos
Sintomas do infarto em idosos
21 de outubro de 2020
envelhecimento
O envelhecimento precisa ser pauta da sociedade
23 de outubro de 2020
Exibir tudo

Segurança do idoso: dicas importantes para cuidadores e familiares

Segurança do idoso

O artigo de hoje trata da segurança do idoso relacionada ao que pode ser feito no ambiente doméstico. É preciso proporcionar conforto e segurança ao idoso e à sua família.

Leia também:

Cuidado com quedas do idoso no banheiro

5 cuidados ao contratar um cuidador de idoso durante o processo seletivo

Como evitar e combater a violência contra o idoso

Segurança do idoso no domicílio

É muito importante ter cuidado com diversos perigos dentro da própria casa, prezando pela segurança do idoso. Uma queda na juventude, por exemplo, pode ser algo simples, mas na terceira idade pode ser fatal. 

Devido à idade avançada e a questões fisiológicas, é normal que a visão, equilíbrio e audição fiquem comprometidos, aumentando o risco de acidentes. 

O enfraquecimento dos ossos e ligamentos nessa fase da vida também aumenta as chances de fraturas nas quedas. 

O idoso pode escorregar no piso molhado ou úmido, seja tomando banho ou na hora da limpeza da casa. 

Equipamentos de segurança para idosos 

São diversas e simples as medidas que podem ser tomadas para a segurança do idoso dentro do domicílio. Para uma listagem completa, recomentamos a leitura de nosso artigo sobre a arquitetura voltada ao idoso (não reforme ou construa antes de ler).

Veja abaixo alguns exemplos.

Investir em uma boa iluminação para a casa, complementada por paredes claras, abajures bem dispostos e interruptores de fácil acesso.

Evite deixar objetos soltos pelo chão. O cuidado deve ser redobrado em casas com crianças ou animais de estimação. Pequenos objetos que comumente ficam espalhados podem ser um risco para o idoso se machucar, seja pisando, tropeçando e/ou escorregando.

Tapetes soltos e dobrados também oferecem muito risco, por isso é importante investir em antiderrapantes ou retirar aqueles não sejam necessários. Um ambiente mais livre e amplo para o idoso circular evita muitos problemas.

Colocar corrimão nas escadas é outra medida de segurança essencial. Fitas antiderrapantes nos degraus e rampas de acesso também são medidas efetivas. 

Adquirir camas baixas, ou pensar em uma cama com grades (como nas camas hospitalares), é alternativa para evitar quedas da cama.

Pensar em pequenos detalhes para a casa faz toda a diferença na rotina e segurança do idoso, garantindo o seu bem-estar e conforto. 

Segurança física do idoso

A segurança física do idoso pode ser pensada de várias formas. Seja por meio de sapatos antiderrapantes, seja pela instalação de barras de segurança ou a troca do box do banheiro (por cortinas). Leia mais em nosso artigo sobre a segurança no deslocamento do idoso dentro de casa.

Tenha também o cuidado de retirar ou proteger objetos pontiagudos ou de vidro. Anote telefones de emergência em letras grandes e fáceis de localizar, e identifique as caixinhas com dias e horários de cada medicação. Utilize-se do diário do cuidador para auxiliar nas atividades de vida diária no trato com idosos dependentes. 

A tecnologia também tem ajudado bastante na segurança do idoso. O uso intensivo do monitoramento por câmeras tornou-se mais comum nos últimos anos, após queda significativa no preço dos equipamentos. Mesmo câmeras falsas podem inibir condições potencialmente perigosas, caso seu orçamento não permita as verdadeiras.

Existem até mesmo bengalas com iluminação (lanternas) podem ser acionadas por um botão no próprio objeto, facilitando e ajudando o idoso a se locomover no escuro, caso não encontre o interruptor da luz. 

O que caracteriza maus tratos a idosos?

Conforme o Estatuto do Idoso, Lei 10.741/2003, maus tratos são toda conduta que coloca em risco a vida ou a saúde do idoso, seja por meio de condições degradantes, privação de alimentos ou cuidados indispensáveis. Saiba mais em nosso artigo sobre a violência contra o idoso.

Como evitar maus tratos a idosos, crianças ou portadores de necessidades especiais

Como fazer a seleção daquele que irá cuidar diretamente de se ente querido? Sugerimos a leitura de nosso artigo sobre como realizar a entrevista de emprego do cuidador de idosos.

Resumimos algumas das medidas mais importantes a seguir:

  • Tirar o nada consta do cuidador;
  • Ter referências do profissional. Nesse caso, ligue para as famílias que o candidato já trabalhou para saber como foi a experiência;
  • Fazer o processo seletivo em mais de um dia ajuda a testar o interesse do candidato pela vaga. 

Essas são dicas muito importantes para quem pretende contratar um cuidador de forma segura. Mais detalhes com o fundador da Acvida, Adriano Machado, no vídeo abaixo.

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *