Vacina Covid-19
Vacina Covid: 2 requisitos para imunizar cuidadores de idosos
3 de março de 2021
dedução do Imposto de Renda
Projeto inclui cuidador de idosos na dedução do Imposto de Renda com saúde
6 de março de 2021
Exibir tudo

Cuidado paliativo em casa aproxima idosos, família e equipe

Cuidado paliativo em casa

A oferta do cuidado paliativo em casa traz mais autonomia a idosos dependentes, idosos com demências, e pessoas com doenças progressivas e incuráveis, além de reduzir o risco de infecções.

Leia mais:

Vacina Covid: saiba 2 requisitos fundamentais para imunizar cuidadores de idosos

Existe diferença entre velho e idoso? Descubra aqui

Saiba mais sobre doenças e síndromes que acometem a terceira idade

Saturação baixa em idosos: o que fazer, como reconhecer o quadro

Cuidado paliativo em casa e em hospitais

O setor de atenção domiciliar, incluindo o cuidado paliativo em casa prestados por cuidadores de idosos, demonstrou ser fundamental para a sustentabilidade do sistema de saúde brasileiro durante a pandemia de Covid-19.

Essa modalidade, já muito utilizada na assistência por Home Care, quando o paciente não está tão grave a ponto de necessariamente precisar de hospitalização, se torna opção ainda mais atrativa em função da realidade imposta pelo novo coronavírus.

Ainda cercada de tabus, contudo, essa área da saúde dedica-se a cuidar da qualidade de vida de pessoas com doenças crônicas incuráveis e progressivas, além de idosos em processo natural de senilidade e senescência, com foco em aliviar os efeitos negativos incontornáveis da doença, como dores e abalos emocionais.

Nessa abordagem, o cuidado em domicílio proporciona uma atenção mais próxima e individualizada, se comparada àquela oferecida em ambiente hospitalar, aproximando equipe, paciente e familiares.

Quais as diferenças dos cuidados paliativos em casa?

Do ponto de vista técnico, para idosos dependentes, as ações desenvolvidas no atendimento domiciliar (cuidado paliativo em casa) pouco diferem do que seria realizado em um lar de idosos (ILPI ou Instituição de Longa Permanência para Idosos) ou em um hospital.

No cuidado domiciliar, o paciente é mais independente, consegue manter uma vida normal, na medida do possível. Além disso, pode desfrutar do convívio familiar e evitar procedimentos desnecessários, que não alterariam o curso da doença e seu prognóstico.

O cuidado paliativo em casa também representa uma diminuição do risco de infecções. Em casa, o contato mais próximo do profissional de saúde, incluindo os cuidadores, com o idoso e seus familiares, é mais natural.

PRECISA DE CUIDADORES DE IDOSOS URGENTE? CLIQUE AQUI SE FOR O CASO DE SUA FAMÍLIA.

Na Acvida, oferecemos a opção de terceirizar a mão-de-obra, quando a empresa presta os serviços, ou administrar os cuidadores contratados diretamente. O resultado é um cuidado profissional que cabe no bolso de muito mais gente, é mais conforto e segurança para os idosos e seus familiares.

Adriano Machado, fundador da Acvida Cuidadores

Idosa recebendo cuidados paliativos por cuidadores profissionais

O senhor Mário (nome fictício) acompanhou sua esposa, Maria Eduarda (outro nome fictício), durante todo o período que precisou de cuidadores até o falecimento em domicílio. Ele afirma que a assistência domiciliar por cuidadores permitiu que, além da esposa, todos da família se sentissem serenos nos momentos mais debilitantes.

A paciente passou a receber cuidado paliativo em casa, através de cuidadores de idosos profissionais, após ser diagnosticada com doença oncológica metastática avançada. “Ficará o nosso eterno agradecimento pelos excelentes serviços prestados pela Acvida. Além da qualidade nos cuidados, chamou nossa atenção a alta empatia dos profissionais, o que nos confortou nos momentos mais difíceis”, relata o senhor Mário.

Ao longo de todo o período de acompanhamento, a paciente não foi internada em nenhuma ocasião, tendo todas as suas demandas atendidas no conforto do lar. E no delicado momento da morte da idosa, tudo foi feito respeitando os desejos e costumes da família.

Cuidados no ambiente domiciliar

O cuidado paliativo em casa, quando oferecido por cuidadores ou profissionais de enfermagem (técnicos e enfermeiros), proporcionam ao paciente uma sobrevida sem sofrimento e com melhor qualidade de vida.

É uma forma de proporcionar mais autonomia e privacidade, com a mesma atenção especializada que ele/ela receberia no hospital, oferecendo suporte e orientações também aos familiares, diminuindo a ansiedade e a depressão.

CONTE COM A ACVIDA PARA CUIDAR DE SEU ENTE QUERIDO SEMPRE QUE PRECISAR.

Gostou de aprender mais sobre o cuidado paliativo em casa? Talvez estes assuntos possam interessar:

Vale a pena preservar a memória do idoso para as próximas gerações

Benefícios em contratar um cuidador de idosos: porque vale a pena receber ajuda profissional

Doenças de notificação compulsória: o que são e porquê familiares e cuidadores devem conhecer

Conheça a Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos (Abeci)

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador