cuidadores
[Infográfico] Sua família precisa que seus cuidadores façam compras regularmente?
9 de setembro de 2019
avc
AVC- Acidente Vascular Cerebral na terceira idade
18 de setembro de 2019
Exibir tudo

5 Funções que o cuidador não faz (não deve fazer)

Cuidador

A principal atribuição do cuidador de idosos é garantir o conforto e o bem estar da pessoa na terceira idade. Isso inclui uma série de tarefas relacionadas ao paciente e ao ambiente a sua volta.

Leia também:

Conheça a ABECI – Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos

Saúde do idoso: pergunte ao especialista

Direitos do idoso: o que familiares precisam saber

Doença de Alzheimer: o que cuidadores e familiares precisam saber

O que o cuidador de idosos não pode fazer?

No entanto, precisamos estar cientes de que a funções que o cuidador não faz para não confundi-lo com outro profissional, nem colocar em risco a saúde da pessoa que precisa dos cuidados.

Por mais que a gama de atividades do profissional seja ampla, ele não é um empregado doméstico nos serviços gerais, tampouco um enfermeiro.

Para sanar as dúvidas sobre o que pode ser designado ao cuidador de idosos, hoje teremos uma lista com 5 funções que o cuidador não faz. Dessa maneira, você poderá perceber de modo mais claro quais orientações podem ser dadas a ele ou não. Confira com atenção.

1. Receitar ou indicar remédios e tratamentos

Entre as responsabilidades do cuidador está a alimentação, a higiene, a recreação e cuidados com a saúde do idoso. Entretanto, há limitações impostas ao profissional de acordo com o tipo de capacitação que ele recebe. 

Em outras palavras, embora o cuidador tenha noções básicas de saúde, esse conhecimento se aplica somente para observar sintomas de doenças comuns na terceira idade ou para identificar situações de emergência e pedir por socorro. Não cabe ao acompanhante diagnosticar, indicar ou receitar remédios, ou ainda ofertar medicamentos não prescritos.

Ele pode, contudo, acompanhar o paciente em exercícios físicos leves, em consultas médicas, na realização de exames e administrar medicamentos (devidamente prescritos) nos horários certos. Tudo de acordo com a orientação de especialistas das áreas competentes.

2. Realizar procedimentos específicos da enfermagem

Com relação aos medicamentos e procedimentos do dia a dia, também há restrições. Dependendo do grau de complexidade exigido, somente um profissional da área de enfermagem pode desempenhar determinadas tarefas.

Algumas das funções que o cuidador não faz são: aplicação de injeções, administração de vacinas, cuidados com feridas extensas, trocas de curativos em lesões profundas, dentre outros. 

3. Cuidar de todos os serviços domésticos

Limpar a casa toda e lavar as roupas da família são algumas das funções que o cuidador não deve fazer.

Se porventura o idoso defecar/urinar na roupa, ou se sujar com a comida, o cuidador pode tomar a iniciativa de colocar as peças para lavar, quanto a isso não há problema. Da mesma maneira, se o idoso derrubar alimentos no seu entorno ou precisar de ajuda para manter a higiene do espaço onde circula, o cuidador pode prestar auxílio.

O problema é que muitas famílias acabam incumbindo o cuidador de tarefas que vão além das suas funções, e ao fazê-lo estarão retirando sua atenção da pessoa assistida e colocando-a em outra atividade. Isto aumenta o risco ao paciente – por exemplo uma queda – e pode descaracterizar o objetivo dos cuidados paliativos. O que impera nesse quesito é o bom senso.

4. Servir os demais familiares ou visitas

Quando um profissional acompanha o idoso, ele pode preparar alimentos para garantir que as refeições aconteçam nos horários adequados. Isso faz parte da rotina de trabalho dele.

Porém, o cuidador de idosos é responsável pelos cuidados com o paciente assistido e não com os demais membros da família ou visitas. Solicitar que ele faça um cafezinho para alguém que chegou ou que cozinhe o almoço, por exemplo, não são suas obrigações.

Tal qual explicado no item anterior, é necessário separar as coisas para não sobrecarregar o profissional e comprometer a qualidade de vida do assistido.

Dúvida comum: Meu idoso passa a maior parte do tempo dormindo, posso aproveitar o cuidador para outras atividades neste período, como por exemplo lavar as roupas dos demais familiares?

Dica Acvida: Se não fosse estritamente necessário manter um cuidador na residência, certamente a família não o teria contratado. Isto posto, mesmo quando o idoso não apresentar demandas diretas, haverão outras indiretas como a organização do ambiente do idoso, contagem de medicamentos, agendamento de consultas, dentre outras.

Manter o cuidador nestas últimas garante que todos estejam trabalhando em prol da pessoa assistida.

5. Passear com animais de estimação e cuidar das crianças

Em alguns casos as famílias solicitam funções que o cuidador não faz, tais como levar os animais de estimação para passear, levar e buscar crianças no colégio, cuidador de bebês, entre outros.

Mais uma vez vale ressaltar que toda e qualquer atividade que não esteja de acordo com o foco da sua profissão prejudica a qualidade do atendimento que o idoso vai receber.

Detalhes pertinentes a cada situação podem ser pré acordados no contrato de trabalho, sempre prezando pela razoabilidade.

Dica Acvida: Precisando de ajuda para confeccionar um contrato de trabalho que dê segurança jurídica à relação entre família e cuidador? Conheça nosso Departamento Pessoal.

Adriano Colodette Machado
Adriano Colodette Machado
Fundei a Acvida em 2012 após uma necessidade familiar. Por mais de doze anos, minha avó paterna, Dona Benedita, precisou de acompanhamento por cuidadores. Nossa família encontrou todo tipo de dificuldade para atendê-la: pequenos furtos, profissionais pouco qualificados, até maus tratos. Não foi fácil. Mas contornamos os problemas e conseguimos oferecer a ela todo o carinho e conforto que merecia. Percebi uma demanda reprimida por serviços profissionalizados, e com minha experiência em negócios (desde 2003) criei a Acvida. No Blogdocuidado vou compartilhar essa bagagem com nossos leitores. Espero que gostem ;-)

29 Comments

  1. Soraia Félix disse:

    Amei queria que as pesdoas que contratam um cuidador como eu também pensasse assim que um cuidador não é uma empregada doméstica seus cuidados são estritamente com o idoso mais e difícil .

    • Ieda disse:

      E hoje tá difícil pois todos querem que seja cuidador e doméstica ao mesmo tempo já conheci várias pessoa que que exijam isso e ainda reclama quando a pessoa não que fazer nem um arroz pros familiarese e cafezinho pras visitas

      • Marcos disse:

        Entendo. As pessoas querem aproveitar sempre.no caso das mulheres querem que sejam empregadas. E muita das vezes isso ocorre por aceitarem. No caso dos Homens como eu.eles acham que sou bombeiro.eletricista,motorista e etc….eu nao aceito. Fazem cara feia.mas to nem ai.arrumo outro para cuidar.mas nao faço.

    • Jocelene Rebouças disse:

      Também concordo com você,sou cuidadora e tem cachorro no meu serviço dona fica pedidndo pra limpar lugar onde ela deixa a cachorra fazer as necesidades,
      Não gosto disso ela sabe.

  2. Maria Lúcia Queiroz da Gama disse:

    Bom dia!
    Contratei os serviços de uma empresa de cuidador de idosose pago caro pelo serviço de 12hrs dia de segunda a segunda.
    Vejo que por ser uma empresa os cuidadores não são muito experientes.São dois em dias alternados.Quando muda por algum motivo sempre me sobrecarrega.Noto que são quase sem experiencia.Por ser de empresa eu me sinto como se eles fossem mais estagiarios e não profissionais como deveria ser.Em casa sou eu e meu marido e devido uma cirurgia de aneurisma cerebral ele ficou com limitaçoes e eu so não tenho como cuidar dele. Ele tem 74 anos mas não da trabalho a não ser para banhar,trocar fraudas ,remedios. Costaria da opinião de vocês sobre o meu caso.
    Obrigado!

  3. Eu cuido da minha mãe e meu pai .Como me separei já fico anos do meu marido,acabei vindo orar com meus pais,por que precisavam.de um cuidador.Ganho mil reais por mês,e cuido 24 horas além deve ser outra tarefas de casa.Cuido do quintal casa roupa.Ultimamente sesta ficadopesado ,pois mamãe piorou e depende tudo de mim .Está na cadeira de roda.E não.Faz as estasozinha.E eu já estou com 60 anos também.Queriasaber se e justo eu receberão um.reais e fazer todo o serviço.pedi ajuda a Deus irmãos eles acham que não é nescessario por mais alguém pra ajudar.

    • Adriano Colodette Machado disse:

      Olá Agenilda. Não só é justo você receber, como muitos tribunais têm tornada obrigatória esse tipo de ajuda. Converse com sua família e procure orientação jurídica em sua cidade, a Defensoria Pública pode ser uma alternativa.

  4. Gil Tarallo disse:

    Olá. Estou com uma cuidadora para a minha mãe faz algumas semanas. Ela faz a comida para o almoço a deixa pronto para a janta. E dá banho também. Minha mãe não teve avc ou qualquer doença incapacitadora. Ela tem dificuldade de tomar banho sozinha devido a depressão.

    Ao todo a cuidadora fica 2 horas por dia. Gostaria de saber qual valor correto devo pagar a ela e se esses horários exigem registro em carteira.

  5. Magda Aparecida Borges disse:

    Sou cuidadora de idosos, a 4 anos trabalho atualmente, cuidando de um senhor de 88 anos, está usando sonda estomacal.
    Faço todos os procedimentos a mim, confiados.
    Ultimamente tenho percebido,que a filha dele,formada em técnica de enfermagem,vem escondendo alguns , medicamentos,do pai.
    * Donila para Alzheimer
    * Renitec para retenção urinária
    * Duomo para que ele possa esvaziar a bexiga ,mais do que estava antes.
    Esse medicamentos, são de muita importância para ,a saúde de meu paciente.
    Isso no meu entender, é crime, ocultação de remédios.
    Gostaria de saber o que posso fazer para que,esse tipo de coisa não aconteça,e tbém não me prejudique.
    Só quero poder trabalhar,e exercer a minha profissão sem nenhum problema futuro

  6. Maria Aparecida pereira do nascimento disse:

    É obrigatório cuidados estético como pintar cabelo , pintar as unhas do idoso?
    Pelo q eu saiba contar as unhas faz parte, pintar creio que não.

  7. Ieda disse:

    E hoje tá difícil pois todos querem que seja cuidador e doméstica ao mesmo tempo já conheci várias pessoa que que exijam isso e ainda reclama quando a pessoa não que fazer nem um arroz pros familiarese e cafezinho pras visitas

  8. Mariza Pereira Lima disse:

    Olá! adorei este site, fiquei inteirada de informações, importante para a minha profissão.
    que patrões e funcionários possam ler e cada um respeitar o direito do outro.
    Obrigada

  9. Marli aparecida trugilo quero disse:

    A dona tem 102 anos e ela fica na cadeira de rodas está certo o valor que ganho e de sábado a noite eu durmo das 7 da noite e as 7 da manhã .mais saio as 8.30 E ganho por noite 70 reais me esclareçam

  10. Jocelene. disse:

    Também concordo com você,sou cuidadora e tem cachorro no meu serviço dona fica pedidndo pra limpar lugar onde ela deixa a cachorra fazer as necesidades,
    Não gosto disso ela sabe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *