Golpes financeiros em idosos
Golpes financeiros em idosos: é importante conhecer para evitar
8 de dezembro de 2020
Cuide-se antes do envelhecimento
Cuide-se antes do envelhecimento: sugestões para quem está na fase do enta (40, 50, 60, 70, 80, 90)
10 de dezembro de 2020
Exibir tudo

Higiene bucal em idosos: um cuidado bem prestado pode ajudar a prevenir outras doenças?

Higiene bucal

Todos sabem da grande importância da higiene bucal em idosos. Com relação aos idosos dependentes o assunto é responsabilidade de familiares e cuidadores, que muitas vezes desconhecem as consequências da saúde oral ser negligenciada.

Leia também:

Alzheimer: cantar pode ajudar a reverter sintomas da doença?

Golpes financeiros em idosos: é importante conhecer para evitar

Envelhecimento e doenças cardiovasculares

Como o acompanhamento de idosos em consultas pode ser bom para a família

Saiba detalhes relevantes sobre a higiene bucal em idosos no artigo de hoje.

A importância da higiene bucal em idosos

A falta de atenção à saúde da nossa boca, além de incorrer em risco para os dentes e gengivas, também afeta o estado de saúde geral do organismo. Por esta razão, é essencial cuidar dos seus dentes para preservá-los e evitar problemas futuros.

Higiene bucal pode prevenir quais problemas?

A higiene bucal adequada pode efetivamente evitar problemas graves.

Há muitos idosos que perdem os dentes por causa de infecções orais com repercussões previsíveis nas relações sociais e emocionais. Uma das razões para a ocorrência dessa situação é justamente a falta de atenção dada à higiene diária e aos acompanhamentos regulares ao dentista.

De fato, pesquisas indicam que apenas três em cada dez idosos vão ao dentista no tempo adequado. Além das lesões de cárie, a periodontite pode causar perda de dentes, com significativas dificuldades para a mastigação e consequente repercussão na dieta, o que tem impacto direto na imunidade do corpo.

Além disso, a má higiene bucal em idosos, ao modificar a microbiota lingual, também permite um acesso mais fácil a micro-organismos patogênicos (malignos) capazes de atacar os pulmões e agravar certas condições pré-existentes, em participar nos indivíduos sujeitos à bronco aspiração (como os acamados), deixando-os mais sujeitos a quadros graves como pneumonias.

Sinais de advertência na saúde bucal

É importante procurar um dentista na ocorrência de algum destes fatores.

  • Gengiva sangrando constantemente, edemaciada (inchada) ou dolorida
  • Sentir um cheiro “podre” ao passar o fio dental
  • Gengiva que permite mobilidade dental (parece se afastar dos dentes)
  • Mau hálito frequente
  • Xerostomia (boca seca frequente)
  • Gosto ruim na boca (frequente)

Saúde da Boca X Coração

A American Heart Association (instituição que congrega cardiologistas nos Estados Unidos) alerta que uma higiene bucal inadequada pode ser porta de entrada de vários problemas cardiovasculares, dentre os quais a aterosclerose (entupimento das artérias), o infarto e até um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Cardiopatia e saúde bucal

A relação entre a higiene bucal em idosos e doenças do coração se torna ainda mais relevante pois, na terceira idade, a senilidade e/ou a senescência favorecem o aparecimento de doenças oportunistas. Somado ao fato de que muitos idosos já tem problemas pré-existentes, cuidadores e familiares devem entender o tema como extremamente relevante.

Entenda melhor sobre o Alzheimer relacionado a higiene bucal em idosos

Pacientes com Alzheimer podem ficar muito incomodados quando alguém escova seus dentes. Muitas vezes reagem à escovação violentamente.

Esta dificuldade muitas vezes leva os cuidadores a abrir mão da higienização adequada, expondo a pessoa assistida aos riscos relatados. O fato de muitos cuidadores não terem (consigo mesmo) cuidados adequados escancara como o problema é negligenciado.

Através das feridas causadas por uma gengivite ou periodontite, sem citar as lesões de cárie, as bactérias da boca podem cair na corrente sanguínea e se espalhar por outras partes do corpo.

A conscientização dos cuidadores para a boa higiene bucal em idosos, principalmente para aqueles que estão com demências (como o Mal de Alzheimer) é fundamental e começa pelo treinamento adequado do profissional cuidador.

Para dicas de escovação e mais informações sobre a correta higiene bucal em idosos, clique aqui.

Leia ainda:

Conheça 6 atividades físicas para idosos se manterem alegres e saudáveis

A vitamina D e seus efeitos no organismo dos idosos

Como combater a ansiedade em idosos, familiares e seus cuidadores

Idosos e crianças: conheça 2 iniciativas diferentes para esta combinação fantástica!!

Camila Izabela de Oliveira
Camila Izabela de Oliveira
Formada em Enfermagem e Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UnB), tem diversos cursos de especialização em atenção primária e gerontologia. O foco de seu trabalho é na qualidade dos cuidados paliativos e na formação de profissionais cuidadores. Criou um dos primeiros cursos de formação de cuidadores do Brasil com mais de 100 horas/aula, sendo destas mais de 40 ofertadas em estágio supervisionado ou aulas práticas. Também é enfermeira titular da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), onde desenvolve atividades de acompanhamento e suporte à famílias com crianças especiais.

1 Comment

  1. […] Tomar cuidados diários gerais com a higiene bucal e do corpo todo para evitar o contato com micro-organismos […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador