Celular para idoso
Celular para idoso: saiba como a tecnologia pode ajudar a terceira idade
20 de outubro de 2020
Segurança do idoso
Segurança do idoso: dicas importantes para cuidadores e familiares
22 de outubro de 2020
Exibir tudo

Sintomas do infarto em idosos

Infarto em idosos

Com o avançar da idade o organismo muda e doenças cardiovasculares podem surgir. Muitos lembram do ataque cardíaco devido a “famosa” dor no peito, mas é muito importante saber que os sintomas do infarto em idosos podem aparecer de forma silenciosa e prolongada também. 

Nem todas as pessoas têm os mesmos sintomas, em algumas são mais leves e em outras mais fortes e dolorosas, podendo durar poucos minutos ou até mesmo dias. Isso ocorre por conta de mudanças na circulação sanguínea, enfraquecimento do coração e dos seus batimentos. Fique aqui conosco para saber mais.

Leia também:

Envelhecimento saudável do idoso

Importância da fisioterapia para idosos

5 hábitos essenciais para manter os idosos saudáveis

Imunidade do idoso: como aumentar

Sintomas do infartos vão além da dor no peito

Muito se fala sobre as dores no peito, o sintoma mais comum de infarto. Contudo, há muitos outros que devemos observar. Em alguns casos, os sintomas levam a pensar que são crises de gastrite, refluxo, uma simples dor de cabeça, enjoo, entre outros. 

Mas é perigoso não dar a devida atenção, porque segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, mais de 300 mil pessoas sofrem infarto todos os anos e 80 mil morrem. É algo muito sério e delicado. 

Pessoas de qualquer idade e gênero podem sofrer um ataque cardíaco, mas o índice maior de casos é em pessoas com mais de 45 anos. Os idosos, estão mais suscetíveis, principalmente quando fumam, quando estão obesos, possuem pressão alta, diabetes ou colesterol alto. 

A pessoa da terceira idade começa a sentir os sintomas assim que ocorre o bloqueio ou entupimento de um vaso sanguíneo do coração, devido ao aparecimento de placas de gordura ou coágulo, resultando no impedimento da passagem do sangue e provocando a morte das células do coração.

Quais são os sintomas do infarto? 

Existem muitos sintomas do infarto em idosos, por isso é tão importante observar as queixas de quem cuidamos e procurar ajuda médica. Veja abaixo os principais sintomas:

  • Dor no lado esquerdo do peito;
  • Dormência ou formigamento no braço esquerdo;
  • Dor nas costas;
  • Palidez e suor frio;
  • Mal estar;
  • Dor de estômago, sem relação com alimentos;
  • Enjoos e tonturas;
  • Dificuldade para respirar ou respiração rápida;
  • Tosse seca;
  • Dificuldade para dormir.

Os sintomas surgem com mais intensidade quando o idoso passa por algum estresse, realiza algum esforço físico ou após a alimentação, devido nesses momentos o coração se esforçar mais e sentir os efeitos da redução da circulação no sangue.

Dor no peito

A dor no peito é o mais conhecido sintoma do infarto em idosos, costuma irradiar para a mandíbula, lado esquerdo do corpo e ombro. Mesmo que seja uma dor intensa, ela pode estar relacionada apenas a uma dor muscular ou excesso de gases intestinais que pressionam outros órgãos. 

Infelizmente não há uma resposta precisa para definir se a dor é infarto ou não, por isso é tão importante buscar ajuda profissional. O médico deve fazer uma avaliação clínica e fornecer o diagnóstico a partir de exames de sangue e eletrocardiograma.

Náusea

As náuseas e até mesmo vômitos também fazem parte dos sintomas do infarto em idosos. O infarto libera os sinais como sudorese e colocam a pessoa em alerta, causando dor no estômago.

O mal estar gástrico é justamente um sintoma causado pelo estado de alerta que o corpo entra quando a pessoa sofre um infarto. 

Suor frio

Junto com a tontura, o idoso pode falar também sobre o suor frio. Mesmo sendo um sintoma mais simples, ele pode intensificar-se de forma progressiva. 

Como não há uma certeza sobre a presença de infarto, quanto mais cedo a pessoa for encaminhada para o hospital, mais fácil será possível diagnosticar e diminuir os danos.

Dor nas costas

Já a dor nas costas caracteriza-se por uma pontada muito forte na região dorsal ou de forma mais irradiada, parecendo um “mau jeito nas costas”. 

O sintoma pode ser diferente dependendo da região da parede do coração que sofre o infarto podendo ser na frente, embaixo ou atrás.

Quanto tempo dura os sintomas de um infarto? 

Geralmente, os sintomas do infarto em idosos começam com uma dor intensa entre a boca e o umbigo com duração de mais de 20 minutos, além de apresentar demais outros sintomas, como os que mencionamos no tópico anterior. 

Porém, em alguns casos os sintomas podem levar apenas cinco minutos, com dores fortes no peito, tórax, pescoço e demais sintomas como a falta de ar, suor, tontura, ânsia de vômito e dor de cabeça.

Caso você presencie uma situação parecida com um idoso em casa, não aguarde muito tempo para buscar ajuda, é muito importante ser rápido na procura de um hospital ou ligando para o SAMU. 

Até a chegada do socorro, evite esforço físico e afrouxe as roupas. Se o estado do idoso chegar a perda de consciência o ideal é que seja feita uma massagem cardíaca na espera da chegada da ambulância, isso aumenta as chances de sobrevivência da pessoa.

No geral, para diminuir as chances de infarto, é muito importante que os idosos tenham hábitos de vida mais saudáveis, incluindo em seu cardápio alimentos ricos em vegetais e pobres em carboidratos e gorduras, façam exercícios físicos orientados por bons profissionais e mantenha seu peso controlado. 

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *