empregadas domésticas e cuidadores
Acordo de suspensão de salário de empregadas domésticas e cuidadores
2 de setembro de 2020
prevenção de doenças nos idosos
8 dicas de prevenção de doenças nos idosos
4 de setembro de 2020
Exibir tudo

6 Mitos sobre idosos

6 Mitos sobre idosos

Devemos ter um cuidado especial com nossos idosos, e isso diz respeito também aos mitos sobre idosos, afinal, várias dessas crenças acabam não ajudando em nada na vida destas pessoas. Sendo assim, é importante termos ciência do que é certo ou não para ajudar aos indivíduos da forma correta.

Leia também:

O cuidador de idoso precisa ser preparado psicologicamente?

Conheça a Associação Brasileira dos Empregadores de cuidadores de Idosos

Atividades de vida diária: qual a importância?

Entenda sobre a demência no idoso

Não é preciso se exercitar na terceira idade 

Certamente este é um dos piores mitos sobre os idosos, afinal, todos devem se exercitar, obviamente o que muda é a frequência, carga de atividades e até mesmo precisa fazer algumas alterações em suas atividades. 

Além do mais, os idosos devem fazer exercícios com um profissional da área para garantir que as atividades sejam feitas da forma correta!

Idosos tem o paladar alterado 

Será que os idosos tem o paladar alterado com o passar dos anos? Esta é uma boa pergunta e deve estar entre as verdades e mitos sobre os idosos. 

Na realidade, assim como os outros músculos, sabidamente as papilas gustativas, essas que estão presentes na língua, tendem a atrofiar. Logo isso influencia diretamente na percepção do paladar.

Sendo assim, desta forma, para poder compensar essa perda, os idosos tendem a buscar alimentos muito doces ou até mesmo muito salgados. 

Doenças são normais em idosos 

Sim, esse é um dos mitos sobre os idosos, afinal tudo que é plenamente considerado doença não pode ser considerado normal. 

Desta forma, catarata e pressão alta podem ser comuns, entretanto, não podemos considerá-las normais, isso porque elas acabam comprometendo a vida do indivíduo. O ideal é que todos envelheçam com saúde e bem estar.

Quanto mais velhos, mais esquecidos ficam 

Certamente é verdade que o envelhecimento é capaz de trazer mudanças ao organismo, e isso inclui diversas alterações neurológicas, que acabam comprometendo as funções cerebrais dos mesmos. 

Porém, é possível evitar que esses lapsos de memória aconteçam com certa frequência, mantendo então o cérebro ativo. 

Sendo assim, podemos dizer que é importante que consigamos exercitar o cérebro dos idosos com atividades intelectuais, entre as mesmas: aprender a tocar algum instrumento musical ou aprender um novo idioma, são alguns exemplos.

Idosos sentem menos sono 

Na realidade, esse é um dos mitos sobre idosos, isso porque sabemos que diversas teorias defendem que os idosos sentem menos sono, porém, a realidade é diferente.

O que acontece de verdade, é que há uma mudança na arquitetura do sono, sendo assim, muitas vezes o idoso acaba tendo a sensação de que dorme menos ou de que até mesmo não dormiu muito bem.

Porém, nem sempre isso é real, o que acontece é que quando a atividade do corpo durante o dia é menor, então é bem natural que as horas de sono diminuam, todavia, nem sempre há necessidade de tratar com medicamentos.

Primeiro existe a necessidade de investigar quais são as causas dessa mudança e se for preciso então tratá-las! 

Todo idoso volta a ser criança? 

Muitas pessoas acabam dizendo que os idosos voltam a ser crianças, e com frequência essa frase pode ser ouvida, isso acontece porque há uma conotação de que essa pessoa deixa de seguir as regras comuns e acaba falando o que quer, além de fazer o que bem entende. 

Mas o que será que acontece de verdade? Não seria esse mais um mito sobre os idosos? Então na verdade, analisando de forma simples a questão é possível perceber que há uma enorme diferença entre comportamentos infantis e o comportamento do idoso.

O que todos precisam entender é que a criança se comporta de tal forma, porque ainda não possui um repertório completo sobre as regras sociais vigentes, resumindo: se comportam desta forma pois não entender que essas ações não são socialmente aceitas.

Porém, com os idosos, a questão é diferente, sendo que muitas vezes seu comportamento se dá justamente devido a algumas condições médicas, entre elas a demência por exemplo. 

Além disso, outras vezes, os mesmos entendem bem as regras sociais vigentes, no entanto, por possuírem mais experiência de vida, acabam escolhendo não seguir tais regras, afinal não importa tanto assim. 

Quando retratamos um idoso como criança, isso não é algo legal e nem mesmo bondoso de se dizer, sendo que na verdade, acabamos ficando com a ideia de que esta pessoa não deve ser levada a sério. 

Tendo essas informações em mente, tanto a família quanto os cuidadores saberão como agir da melhor forma possível com os idosos, e que os mesmos consigam ter uma vida de qualidade. 

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

4 Comments

  1. Eu procuro uma vaga de emprego nessa empresa porque eu já sou cadastrada dela há algum tempo. E amei trabalhar com essas pessoas. Por isso estou a procura de emprego nessa empresa.

  2. Tanha disse:

    Preciso de alguns mitos e estereótipos de idosos

    • Adriano Colodette Machado disse:

      Olá, por favor informe quais informações procura e faremos o possível para incluir na postagem. Obrigado pela participação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador