salário mínimo do cuidador
Qual o salário mínimo do cuidador de idosos?
5 de fevereiro de 2021
Direitos da empregada doméstica
Direitos da empregada doméstica e do cuidador de idosos residencial
8 de fevereiro de 2021
Exibir tudo

5 Mitos e verdades sobre o Alzheimer

verdades sobre o Alzheimer

No mundo, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer (Abraz), mais de 35 milhões de pessoas têm Doença de Alzheimer. O Brasil detém cerca de 1,2 milhão dos casos, sendo que a maior parte deles ainda não tem diagnóstico. Veja alguns mitos e verdades sobre o Alzheimer abaixo.

Leia também:

Cuide-se antes do envelhecimento: sugestões para quem está na fase do “enta” (40, 50, 60, 70, 80, 90)

Doença de Alzheimer: o que familiares e cuidadores precisam saber (complementar às verdades sobre o Alzheimer)

14 Filmes sobre Alzheimer: confira nossas indicações

Adesivos para Alzheimer: o que são? Quando são indicados?

Esta enfermidade atinge principalmente idosos a partir dos 55 anos de idade e entre os sintomas estão demência e perda de funções cognitivas, como memória, orientação, atenção e linguagem.

É uma doença marcada pela falta de conhecimento e pela crença de que alguns sintomas são naturais do processo do envelhecimento. Por isso, vamos esclarecer 5 mitos e verdades sobre o Alzheimer. 

O primeiro sintoma do Alzheimer é a perda da memória?

Isso é um MITO, pois não é apenas a perda da memória que sinaliza a doença. Inicialmente ela atinge a parte do cérebro que controla a linguagem, a memória e o raciocínio.

Devido isso, sua chegada pode ser sinalizada com outros sintomas, por exemplo, dificuldade em controlar as finanças, alterações de comportamento, desorientação no tempo e espaço, dificuldade em executar tarefas rotineiras, dentre outras.

Esquecer as coisas significa ter o mal de Alzheimer?

Outro MITO que essa doença carrega consigo, uma vez que os problemas de memória podem estar relacionados a diversos fatores, como outras demências, ou até mesmo estresse e depressão.

A doença de Alzheimer atinge as memórias recentes, enquanto memória de fatos acontecidos há mais tempo (como na infância) são em geral preservadas. A pessoa com Alzheimer tem sua memória de curto prazo comprometida, ou seja, ela vai demonstrando dificuldade cada vez maior de memorizar, registrar novas informações e aprender coisas novas.

Quem tem Alzheimer não consegue compreender o que se passa ao seu redor?

Isso é um outro MITO. O paciente que sofre de Alzheimer se mantém consciente sobre o que está acontecendo ao seu redor, mesmo que tenha dificuldades de memória e dos outros sintomas. Isso pode não se dar quando ela chega nos estágios avançados, pois seu quadro pode mudar.

O que não pode acontecer é tratar o idoso com Alzheimer como se fosse uma criança. Deve-se preservar seu papel e espaço nas relações familiares.

Praticar atividade física é importante para pessoas com Alzheimer?

Isso é VERDADE. A prática regular do exercício físico pode retardar a manifestação da doença, assim como amenizar seus sintomas, além de melhorar a qualidade de vida do cuidador e paciente.

Cuidadores e familiares também precisam de cuidado para conviverem com a doença

Também é uma outra VERDADE. O Alzheimer exige tanto das pessoas que cuidam dos pacientes que é preciso que elas também se mantenham física e psicologicamente saudáveis para dar conta de uma situação que gera extremo estresse.

Cuidar de um portador de Alzheimer é também cuidar de quem está em torno dele. Por isso, faz-se relevante participar de grupos de apoio, aprender a lidar com a culpa, cansaço, angústia, além de mudanças na rotina e cuidados com o paciente.

Verdades sobre o Alzheimer: você sabe quais são os 05 “A”s da doença? 

  • Anomia: é a incapacidade de lembrar nomes. “Qual mesmo o nome disso?”
  • Agnosia: incapacidade de reconhecer objetos. “O que é isso?”
  • Afasia: incapacidade de se expressar. “Eu não consigo dizer o que eu quero.”
  • Apraxia: incapacidade de usar movimentos que conduzem a um objetivo. Ou uso indevido de objetos devido incapacidade de identifica-los. “Por que essa caneta não funciona?” O paciente estaria usando uma colher para tentar escrever, por exemplo.
  • Amnésia: agora sim a perda de memória! “Quem sou?” ou “Onde estou?”.

Esperamos que as verdades sobre o Alzheimer apresentadas ajudem em seu dia-a-dia. E não deixe de fazer seus comentários abaixo.

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador