Relação entre idosos e animais
Relação entre idosos e animais
28 de julho de 2020
Qualidade de vida dos idosos
Qualidade de vida dos idosos
30 de julho de 2020
Exibir tudo

Asilo para idosos

Asilo para idosos

Deixar um ente querido num asilo para idosos é sempre uma decisão complexa que envolve uma série de questões pessoais. Não leve seu ente querido para fora de casa antes de ler.

Leia também:

O lar do idoso deve ser confortável para… o idoso

Banho em idosos: o que cuidadores e familiares precisam saber

O que é ser idoso no Brasil

Atividades do cuidador de idosos: o que cuidadores de idosos devem (ou não) fazer

Uma pesquisa do IBGE, recentemente divulgada pelo jornal O Globo, revelou que a pirâmide etária brasileira tem se transformado radicalmente nos últimos anos. Entre os anos de 2012 e 2016, a quantidade de idosos aumentou 16%, enquanto a de crianças diminuiu 6,7%.

Em contrapartida, a quantidade de ILPIs (Instituições de Longa Permanência de Idosos, mais conhecidas como asilos) ainda é pequena. Pouquíssimas são públicas e, assim como acontece com outras modalidades de prestação de serviços, há instituições boas e outras muito ruins.

Asilo para idosos ou ficar em casa?

Nesse cenário, as famílias têm percebido que trocar o asilo pelo serviço do cuidador é uma saída mais segura e até mesmo mais humana. Por uma série de razões, sobre as quais conversaremos na publicação de hoje, você perceberá como um serviço de cuidados para idosos bem qualificado pode fazer toda a diferença na rotina dos seus entes queridos.

Cuidados básicos feitos pelo cuidador

Com o avanço da idade, aumentam também as preocupações com a saúde física e mental dos idosos. Os altos índices de debilidades e doenças como a de Alzheimer, fazem com que muitos não tenham condições de cuidar de si mesmos sozinhos.

Assim, variadas dúvidas surgem sobre como proceder diante de cuidados básicos, como a salubridade e a nutrição. E, ainda que em uma instituição especializada esteja disponível um atendimento 24 horas, ele nem sempre é de qualidade. Infelizmente, os casos de maus tratos e negligências não são incomuns em uma ILPI (ou asilo para idosos).

Em casa, junto de seus familiares e com monitoramento mais próximo, é possível acompanhar se o cuidador de idosos está atendendo aos requisitos essenciais que são esperados da sua atividade. O profissionalismo de quem dedica a sua vida a cuidar de outras precisa ser constante, para que possa garantir:

Alimentação correta do idoso

Na terceira idade, a quantidade de vitaminas e minerais precisa ser bem balanceada para que não ocorram deficiências nutricionais que impliquem ainda mais nas suas condições de saúde.

Higiene adequada na terceira idade

Para uma pessoa idosa, hábitos simples como ir ao banheiro ou tomar o banho diário podem ser tarefas desafiadoras. Contar com apoio de um profissional nessas horas é algo, muitas vezes, primordial.

Medicamentos para idosos

A medicação rotineira e tratamentos específicos precisam ser muito bem organizados por alguém responsável, sem deixar lacunas ou falhas nocivas para a saúde do idoso.

Segurança do idoso

Em diversos aspectos, que vão desde a locomoção até o cuidado com os pertences pessoais, é preciso a segurança de contar com alguém que possa dedicar-se ao cotidiano do idoso com seriedade.

Conforto do idoso

Estar atento aos cuidados que contemplem aspectos afetivos, cognitivos e sociais também é sinônimo de conforto. Com a presença da família e de um cuidador bem preparado, certamente o idoso se sentirá mais acolhido e feliz.

Cuidados ao escolher um asilo para idoso

Muitos asilos, inclusive, exigem a presença constante de um cuidador, o que pode tornar o serviço muito mais caro do que manter seu ente querido em casa. Informe-se.

Como é a vida de um idoso no asilo?

A resposta vai depender do perfil da instituição e do tipo de atividade que o idoso prefere e consegue executar. A maioria das instituições (asilos) recebe bem idosos que gerem pouca demanda individual, ou seja, que não exijam mais atenção para si do que para o coletivo (conjunto dos idosos internados).

Trocar a residência familiar pela institucional (ILPI) é, antes de tudo, uma questão cultural. O brasileiro está acostumado e em geral gosta da ideia de permanecer em sua própria casa, o que pode tornar a mudança para um asilo um desafio.

Cuidados ao trocar o asilo para idosos pelo serviço de cuidador

Quando percebemos as vantagens em trazer o idoso para perto da família e trocar o asilo pelo serviço do cuidador, precisamos ter clareza nas nossas escolhas. Muitos, inclusive, encaram a presença desse profissional como a de um “estranho” dentro da própria casa. E é comum que tenhamos temor quanto à idoneidade do prestador de serviço.

Seja para cuidados esporádicos ou constantes, de fato, o funcionário precisa ser muito bem selecionado. Para estar dentro dos preceitos das leis trabalhistas e assegurar um serviço de boa qualidade, a solução mais adequada é contar com o intermédio de uma empresa especializada.

Nesse sentido, a ACVIDA se apresenta como a melhor alternativa, tendo em vista seus critérios de seleção dos profissionais. Sempre aprimorando e qualificando a equipe, a empresa oferece planos personalizados às necessidades de cada família, com acompanhantes aptos e bem treinados para as mais diversas finalidades.

A atuação da empresa vai muito além do serviço de cuidador. Ela conta com um senso de responsabilidade mais amplo, que oferece uma gama completa de cuidados que permitam à família sentir-se tranquila e bem auxiliada.

Quer conhecer um pouco mais sobre a ACVIDA? Ainda tem dúvidas? Basta visitar a sua página de serviços ou entrar em contato agora mesmo.

Conheça também a Abeci (Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos)

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *