jogos eletronicos para idosos
Jogos eletrônicos para idosos podem melhorar o raciocínio e diminuir o declínio cognitivo? Confira e surpreenda-se
17 de dezembro de 2020
Próteses dentárias na terceira idade
Próteses dentárias na terceira idade: detalhes que idosos e cuidadores precisam saber
21 de dezembro de 2020
Exibir tudo

Estimulação do cérebro na terceira idade

Estimulação do cérebro na terceira idade

As pesquisas vêm provando que a estimulação do cérebro na terceira idade é ativada ao escrever, pintar, desenhar, esculpir, costurar, cozinhar, enfeitar um prato, mudar as coisas de lugar, experimentar. Tantas coisas se pode fazer e criar! Precisamos estar abertos e dispor-se a experimentar sempre.

São muitos os que se sentem incapazes. Regras ajudam ou atrapalham? Há medo de errar? Até onde posso ir? As técnicas endurecem o nosso processo criativo ou nos ajudam? Ainda sou capaz? Todos somos capazes de criar, é preciso tirar as trancas, certo?

Leia também:

Jogos eletrônicos para idosos podem melhorar o raciocínio e diminuir o declínio cognitivo? Confira e surpreenda-se

Entenda a importância da atividade física na vida do idoso

Saiba mais sobre estimulação cognitiva para idosos

CPAP e BiPAP: entenda o que são estes dispositivos que ajudam idosos contra a apneia do sono

Criatividade do idoso

Quando perdemos a liberdade de nos expressar, seja na escola, na vida social, na comunidade, aonde for, nosso sentimento se aproxima da rejeição. Como fazer disso tudo um crescimento? Se você possui a palavra “não” gravada em seus registros, se tem ranço preconceituoso, podador e/ou autoritário, é hora de cuidar disso.

A coragem de se dispor a “tentar sempre” ajuda muito no processo criativo. O mundo é de quem faz acontecer. E fazer dá trabalho, exige tempo, foco, desprendimento. Esse salto para o desconhecido, para o que nos projeta para frente não é sempre bem-visto. Quantos querem o rebanho a seguir atrás?

A coragem de criar é o que possibilita a transgressão e a possibilidade de mostrar a sua singularidade, o seu potencial.

“Apesar de” eu farei. Se disse, parabéns! Criar fortalece a alegria e nos dá mais qualidade de vida!

O poder de ser

Sair do cômodo lugar comum é o que faz toda a diferença: ir atrás da própria liberdade, de sermos o que somos, nem que seja para nosso diário, para um amigo. O importante é ser essa possibilidade dentro de nós.

Como seria bom se na sociedade pudéssemos ser o que somos sem receio, que não precisássemos nunca de máscaras, não é? Como os índios? Uma vida coletiva e rica de solidariedade. Um olhar humano, empático, poder ter compaixão até de si mesmo. Também merecemos um carinho, reconhecimento.

Muitos de nós são frutos de uma sociedade onde o sensível precisa rasgar seu espaço para sobreviver. E isso tem história longa na vida das mulheres. As que mudaram padrões, que foram elas mesmas, o quanto foram criticadas! O que vale é o seu poder interno de criar, de se desenvolver, de se expor e de doar-se. Criar é também dar-se ao mundo.

Oficinas também são momentos de socialização e troca, clique aqui para saber mais.

O ato de escrever para estimulação do cérebro na terceira idade

Escrever tecnicamente é apenas uma parte. E cobrar disciplina? Impossível ser escritor sem sentir o prazer de escrever. Do contrário, pode se tornar provação.

– Morreria se não pudesse escrever?

perguntou Rainier Maria Rilke; se a resposta é afirmativa há um escritor dentro de você.

Pode ser poeta, contista, cronista, romancista ou outro modelo que criar. Quem cria se dedica àquele que se enrosca em seu texto, como um gato em um novelo se enrosca.

O escritor é quem lava a alma numa confissão, na folha em branco e, se houver bloqueio, ele buscará solução.

Mudanças de hábitos do idoso

Escrever, pintar, colar, rasgar papel… o que isso lhe exige? Tempo? Na pandemia há tempo ou nos falta tempo, um novo tempo estranho.

No entanto, houve um tempo (século passado!) em que as coisas eram difíceis. Vi minha mãe passar a ferro o papel de compras, de enrolar o pão. (Nossa, até isso?) Aquele papel encerrado poderia ser molde para suas costuras, um outro pacote, para as frituras absorverem a gordura, para fazer uma conta… Coisas de economia familiar antiga.

Observe se comprar na internet tem o mesmo sabor de ir à papelaria, escolher, pagar e levar. O cheiro de livraria traz memórias e escolhas. E quem não tem essa memória dos livros em bibliotecas?  O aroma do papel no ar? Compras na internet tem cheiro de espera. E quando chega, o prazer da compra está longe. E temos que limpar, esterilizar, ficamos inseguros. O Coronavírus pode estar ali?

Velhos tempos e novos tempos. A importância que hoje damos às nossas aquisições é a mesma: a da sobrevivência!

Sabe aquele neurônio paradinho no tempo? Se você sente isso, é o momento de dar coceira a este neurônio paradinho, a muitos neurônios. E uma oficina pode ser o pontapé inicial para seguir!

Cuidando da memória e ajudando na estimulação do cérebro na terceira idade

Ler e escrever abrem janelas, possibilidades, um mundo de humanidade. O quanto isso enriquece a vida pessoal! Será que somos tão bons quanto maus? A mocinha tão melosa era real? Onde aquele livro me tocou mais? O que isso tem a ver comigo?

A memória possibilita lembrar e registrar histórias. Pode ser um texto poético. Todos temos algo a contar. Quer qualidade à sua criação? Para que lado vou?

Acho que a hora que estou escrevendo coloca caraminholas na minha cabeça… É hora de dormir. Vou para a cama!

Deixemos as polaridades para um outro dia. O descanso é necessário e sadio. Fixa nossa memória!

Continuemos cúmplice das palavras. O infinito, um mundo, meu interior. Venha voar além da técnica!

Vamos juntos em um voo de asa delta para estimulação do cérebro na terceira idade?

Socialização do idoso

A estimulação do cérebro na terceira idade pode ser feita através desta oficina ONLINE! Oficinas também são momentos de socialização. 

Venha conosco:

– Mobilizar suas redes neuronais!

–Brincar com a palavra: uma oficina para mover neurônios!

– Estimular a sua criatividade! Ganhar bem-estar e alegria!

Vamos trabalhar:

– a criatividade, a expressão escrita e a coragem.

– a linguagem expressiva e construção poética, ritmo, melodia, métrica, metáforas.

– clareza, fecho e estranhamento.

– crítica e autocrítica, a voz.

“Muitos cuidadores abrem mão de estimular seus idosos porque acham trabalhoso. Na verdade, ao perder oportunidades de estimulação do cérebro na terceira idade, contribuem para o declínio cognitivo e acabam por tornar seus idosos mais dependentes em suas atividades de vida diária.”

Adriano Machado, fundador da Acvida Cuidadores

Saiba mais sobre a oficina e sobre estimulação do cérebro na terceira idade: clique aqui.

Marilice Costi
Marilice Costi
Mestre em Arquitetura e Pós-graduada em Arteterapia. Criou a revista O CUIDADOR para apoiar quem cuida, finalista no Prêmio Brasil Criativo 2014/São Paulo. Autora de “A fábula do cuidador" e "As palavras e o cuidado", Marilice atende ONLINE com arteterapia, literatura, cursos, workshops e palestras para cuidadores, familiares e idosos. Desde 1996 desenvolve projetos na área do cuidado, conheça seu trabalho, livros e revistas em www.marilicecosti.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador