Quem deve cuidar do idoso na família
Quem deve cuidar do idoso na família
16 de julho de 2020
Cuidado com o idoso
Cuidado com o idoso
20 de julho de 2020
Exibir tudo

Funções do cuidador de idosos domiciliar

Cuidador de idosos

As funções do cuidador de idosos domiciliar muitas vezes se confundem com a de outros empregados da casa. Neste artigo, esclarecemos esta questão que gera muitas dúvidas entre patrões e empregados.

SUA FAMÍLIA PRECISA DE UM CUIDADOR DE IDOSOS CONFIÁVEL? CONTE COM A ACVIDA.

Leia também:

5 Funções que o cuidador de idosos não faz (não deve fazer)

Os 10 mandamentos do cuidador de idosos

Atribuições do cuidador de idosos

Monitoramento do cuidador de idosos

Funções do cuidador de idosos

O cuidador de idosos é quem cuida de pessoas parcialmente ou completamente limitadas e que precisam de algum tipo de auxílio. Cuidadores domiciliares ajudam com atividades que promovam uma melhor qualidade de vida para os assistidos.

Qual a função do cuidador de idosos?

Em resumo, o cuidador de idosos faz pela pessoa assistida o que ela própria faria caso não apresentasse incapacidades.

O trabalho da profissional deve ser guiado pelos princípios de solidariedade, compaixão e paciência.

Quais as principais funções do cuidador de idosos

  1. Garantir as básicas do cotidiano (atividades de vida diárias);
  2. Promover o bem-estar e a qualidade de vida do Idoso;
  3. Cuidar da alimentação;
  4. Cuidar da saúde do idoso;
  5. Zelar por um ambiente salubre e organizado;
  6. Incentivar a cultura e educação;
  7. Acompanhamento em viagens e férias;

PRECISO DE UM CUIDADOR DE IDOSOS URGENTE: ONDE POSSO CONSEGUIR? Clique aqui e fale agora mesmo com nossos especialistas.

Funções do cuidador de idosos em ambiente doméstico

Abaixo detalhamos as 7 principais atividades atribuídas à profissional.

Cuidador deve acompanhar as atividades básicas do cotidiano do idoso

  • Cuidar da higiene e aparência;
  • Verificar horários de realização das atividades;
  • Cuidar da alimentação, ajudar no banho e nas necessidades fisiológicas;
  • Estar sempre atenta às ações do idoso.
  • Sempre informar-se do dia a dia do paciente no retorno da folga (troca de plantão);
  • Fazer breve relatório do dia a dia para os responsáveis e/ou familiares.

O cuidador deve promover o bem-estar do idoso

  • Sempre ouvir a pessoa idosa, respeitando sua necessidade de conversar;
  • Dar apoio emocional e psicológico;
  • Promover a recuperação da autoestima;
  • Ser afetiva;
  • Estimular a independência, deixando o idoso realizar trabalhos e atividades desde que possua condições físicas para tal;
  • Dar auxílio e respeitar as crenças espirituais e religiosas da pessoa assistida.

Cuidador deve cuidar da alimentação da pessoa idosa

  • Preparar as refeições, observando a qualidade e variedade dos alimentos utilizados, respeitando o cardápio do assistido;
  • Controlar o estoque de comida e fazer compras conforme lista e cardápio;
  • Estimular e controlar a alimentação para que aconteça em horários e em quantidade adequada.

Cuidador deve acompanhar a saúde do idoso

  • Monitorar a qualidade do sono;
  • Monitorar a temperatura, assim como anomalias na urina e nas fezes;
  • Observar possíveis alterações físicas e alterações no comportamento;
  • Prestar auxílio em terapias ocupacionais e físicas;
  • Controlar o horário adequado de ingestão dos medicamentos, assim como armazenar e organizar os medicamentos de forma adequada;
  • Acompanhar o idoso em consultas e atendimentos médicos de rotina;
  • Relatar a orientação médica para os responsáveis e seguir plenamente a orientação médica;
  • Registrar as atividades de vida diária em um recurso disponível para toda a equipe e família, como o Diário do Cuidador gratuito da Acvida.

SE JÁ PENSOU “PRECISO DE UM CUIDADOR DE IDOSOS URGENTE” E NÃO PODE ABRIR MÃO DA QUALIFICAÇÃO E DA CONFIANÇA, SAIBA QUE PODEMOS AJUDAR (CLIQUE AQUI).

Cuidador deve zelar pelo ambiente domiciliar

  • Realizar afazeres domésticos (relacionados ao idoso) e manter o ambiente sempre organizado e limpo;
  • Certificar-se que o ambiente é adequado para a vivência do idoso, e se não for, promover melhorias para evitar acidentes;
  • Cuidar dos objetos pessoais e das roupas da pessoa de idade;
  • Arrumar a cama de acordo com a necessidade da pessoa cuidada;

Cuidador de idosos deve incentivar a cultura

  • Estimular a atividade cerebral (cognitiva) da pessoa assistida através da leitura de jornais, revistas ou livros; e deixá-los sempre organizados e a disposição do idoso;

Cuidador para acompanhar o idoso em viagens e férias

  • Fazer passeios curtos frequentes;
  • Planejar viagem, arrumando mala, selecionando os remédios e documentos e números de telefone necessários;
  • Preparar a alimentação da viagem sempre com antecedência;
  • Acompanhar o idoso em atividade sociais e culturais.

A função do cuidador de idosos é acompanhar e auxiliar a pessoa idosa, fazendo para esta somente atividades que não tenha condições de fazer por si (sozinha), assim estimulando sua autonomia e independência.

Adriano Machado, fundador da Acvida Cuidadores

Características profissionais do cuidador de idosos

Para desempenhar suas funções de maneira plena, a cuidador de idosos deve possuir algumas características (ou competências):

  1. Possuir e manter adequado preparo físico, espiritual e emocional;
  2. Ser cuidadosa com sua aparência e higiene pessoal;
  3. Ser educada, possuir boas maneiras e bom comportamento;
  4. Ter capacidade de adaptação em diferentes situações;
  5. Demonstrar respeito, sensibilidade, paciência, assim como ser atenciosa;
  6. Ser calma e discreta, e permanecer tranquila diante de situações críticas;
  7. Ser otimista;
  8. Ser forte e ter capacidade de superar seus limites físicos e emocionais quando necessário;
  9. Reconhecer seus limites e saber quando e onde procurar ajuda;
  10. Demonstrar criatividade frente aos problemas do cotidiano;
  11. Ser capaz de superar frustrações e sentimentos negativos;
  12. Ser capaz de seguir normas e estatutos vigentes;
  13. Ter domínio de noções básicas e primárias de saúde;
  14. Dominar técnicas de transferência para evitar quedas;
  15. Ser uma profissional com conduta moral digna.

É muito importante destacar que não são atribuições do cuidador de idosos realizar procedimentos de saúde que são restritos a profissionais da saúde, como médicos e enfermeiros.

SUA FAMÍLIA PRECISA DE UM CUIDADOR CONFIÁVEL AGORA? PODEMOS AJUDAR (CLIQUE AQUI).

Acidentes domésticos

A maioria dos acidentes domésticos é evitável com medidas simples de segurança. Seguem algumas dicas para a proteção e segurança do lar, do cuidador de idosos e dos assistidos:

  • Use calçados adequados para evitar quedas no momento da limpeza (botas de borracha, calçados fechados e sem salto);
  • Avise ao empregador em caso de alguma alergia conhecida a algum produto. Peça luvas e máscaras caso o uso desses seja necessário;
  • Em caso de algum objeto de vidro se quebrar, cuidado ao recolher os cacos (inspecione todo o ambiente e embaixo dos móveis);
  • Mantenha os cabos das panelas sempre para dentro do fogão. Não use panelas com cabos frouxos;
  • Avise quando o forno estiver em uso;
  • Nunca deixe o ferro ligado quando fora de uso, tampouco deixe-o quente e acessível; saiba qual a temperatura adequada para cada tipo de tecido antes de começar a passar a roupa para evitar danos;
  • Nunca permita a entrada de estranhos na residência sem a autorização dos donos da casa, nem dê informações sobre a família a outra pessoa ou a desconhecidos;
  • Ao terminar de usar o fogão, feche o registro do gás. Caso sinta cheiro de gás, abra portas e janelas e desligue o registro. Não acenda luzes ou produza faíscas;
  • Certifique-se da melhor forma de limpeza de pisos, objetos e aparelhos eletrônicos;
  • Ao retirar os produtos de limpeza de baldes ou pisos, proteja animais e plantas da exposição a eles. Cuidado com o uso de produtos químicos na presença de crianças e animais;
  • Seque bem os pisos e banheiros antes de liberar o acesso;
  • A família deve informar a funcionária no caso de algum morador da casa ter intolerância ou alergia a algum alimento ou produto;
  • Nunca mexa em eletricidade com as mãos ou roupas molhadas. Aparelhos elétricos devem ficar longe de água. Comunique a família caso algum aparelho dê defeito e não tente consertá-lo. Avise a família sobre a falta de protetores de tomadas e fios desencapados, principalmente quando houver crianças em casa. Certifique-se que todos os aparelhos eletrônicos estejam desligados ao sair da casa e não sobrecarregue instalações elétricas;
  • Ao se utilizar da pia, lavar roupa ou quando ficar muito tempo em pé, aconselha-se o uso de um banquinho ou um apoio que permita a colocação alternada dos pés, o que evita fadiga excessiva;
  • Ao fazer a cama, inclinar-se curvando os joelhos. Ao varrer e passar aspirador de pó, evitar “torcer” a coluna para apanhar algo que ficou atrás;
  • Assistir televisão, de preferência, sentada em cadeira ou poltrona que permita manter a coluna bem acomodada. Assistir deitada só se a televisão estiver colocada bem no alto;
  • Ao sentar, o encosto da cadeira deve ser amplo e reto, dando apoio à coluna. Deve existir mecanismo de ajuste da altura da cadeira, ou colocação de apoio para os pés. As pernas devem permanecer embaixo da mesa e os braços devem ficar juntos ao corpo. Nas refeições, não se curvar sobre a mesa e procurar apoiar os pés no chão;
  • Para realização de trabalhos manuais comuns com idosos, como tricô, utilizar uma cadeira que tenha apoio para os braços ou, então, fazer sobre uma mesa, evitando permanecer como braços estirados, tencionando a musculatura cervical e dorsal;

Cuidar da segurança no trabalho e da ergonomia também é responsabilidade do cuidador de idosos. Ao se trabalhar sobre mesa ou balcão, deve-se evitar ficar com o tronco totalmente inclinado (a mesa ou balcão devem ter a altura suficiente para não exigir a inclinação).

Rotina e funções de um cuidador doméstico de idosos

Cumprir as atividades de vida diária é uma das principais funções do cuidador de idosos domiciliar. As tarefas devem ser executadas seguindo uma ordem de prioridades, para isso a profissional precisa de uma rotina; e para isso, o Diário do Cuidador da Acvida é um ferramenta fundamental, inclusive com versão gratuita, que pode ajudar a profissionalizar o atendimento.

Situações apreciadas pelos empregadores do cuidador de idosos

Por fim, listamos uma série de atitudes desejadas pelos empregadores. Lembre-se: as pessoas são, em geral, contratadas por suas habilidades mas demitidas por seus comportamentos.

  • Funcionária que se antecipa às demandas. Exemplos: avisa de baixos estoques de alimentos e remédios ANTES que acabem;
  • Funcionária que saiba se portar, percebendo que em algumas situações deve ser discreto, e em outras, mais ativo;
  • Funcionária que evita o desperdício de comida, água, luz;
  • Funcionária que zela pelo patrimônio e segurança da casa e dos moradores;
  • Funcionária que mantém o ambiente limpo e organizado, mesmo quando não for a principal prioridade da família;
  • Funcionária que tenha alto astral e que ajude a manter o clima positivo na residência;
  • Funcionária que, ao se deparar com alguma questão relativa a pagamento ou direito trabalhista, se mostre disposta a conversar e se esforce para esclarecer e resolver problemas, evitando ficar ou colocar os patrões na defensiva;
  • Funcionária que cumpra a rotina e tenha atitudes previsíveis no dia-a-dia.
  • A funcionária não deve ter medo de conversar com o “chefe”.

(Principais fontes desse artigo sobre as funções do cuidador de idosos: Diário do Cuidador da Acvida / Uesc.br / Ministério da Saúde)

Camila Izabela de Oliveira
Camila Izabela de Oliveira
Formada em Enfermagem e Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade de Brasília (UnB), tem diversos cursos de especialização em atenção primária e gerontologia. O foco de seu trabalho é na qualidade dos cuidados paliativos e na formação de profissionais cuidadores. Criou um dos primeiros cursos de formação de cuidadores do Brasil com mais de 100 horas/aula, sendo destas mais de 40 ofertadas em estágio supervisionado ou aulas práticas. Também é enfermeira titular da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES/DF), onde desenvolve atividades de acompanhamento e suporte à famílias com crianças especiais.

4 Comments

  1. Luciana Rosa Bertagnoli disse:

    Muito bom o artigo, esclareceu muitas dúvidas e foi muito instrutivo.

    • Gil eanes disse:

      Minha mão tem 87 anos de idade, diabetes controlada, pequeno desvio na coluna, perca de memória, mais ainda lembra de muitas coisas, enxerga pouco… Mora com a minha irmã mais nova( 34 anos) que passa o dai fora trabalhando como professora primária….Minha mãe tem um salário de 7Mil reais. Contudo, não vemos os reflexos desse dinheiro na cotidiano da nossa mãe.. ela passa o dia sentada numa cadeira de balanço que há muito apresenta sinais da necessidade de troca pro uma nova e mais adequada ao problema da coluna. A casa não tem quintal ou jardim, mesmo assim minha irmã mantém dois cachorros de médio portes que fazem sua necessidades fisiológicas dentro e na porta da casa, deixando o ambiente sujo e com maus cheiro…Nossa mãe não tem vida/atividade social, não tem lazer adequado a sua idade e o dinheiro dela está servindo para que minha irmã banque sua bebedeira de finais de semana, férias no meio do ano para o nordeste e estudos no Paraguai…Com frequência enche a casa da nossa mãe com pessoas que passam horas bebendo e usando o banheiro da casa..Já conversei com a minha irmã diversas vezes sobre essas questões e a necessidade de contratar uma cuidadora doméstica,mas até agora nada mudou..Nossa mãe continua sem a atenção e os tratamento adequados a sua idade… Como faço para tratar e resolver o assunto…Gil Eanes (92) 9*********…Desde já agradeço a atenção..

  2. Bom dia!!! Muito bem esclarecido esse material , parabéns muito bem elaborado . Me será muito útil , pois sou cuidadora .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador