Agência de enfermagem
Agência de Enfermagem nota 10: o que a família precisa saber para encontrar uma
30 de novembro de 2020
atividades físicas para idosos
Conheça 6 atividades físicas para idosos se manterem alegres e saudáveis
2 de dezembro de 2020
Exibir tudo

A vitamina D em idosos e seus efeitos no organismo

Vitamina D em idosos

A vitamina D em idosos é essencial para a manutenção da imunidade. Saia o que cuidadores e familiares devem saber sobre o assunto, inclusive para evitar a super dosagem (que pode ser tóxica ao organismo).

Leia também:

Imunidade do idoso: como aumentar

Como o idoso pode ter uma segurança alimentar

Estresse em Idosos: confira os 5 principais sintomas

O que familiares precisam saber sobre a Doença de Alzheimer

A Vitamina D em idosos é essencial para a correta absorção do cálcio no intestino, sendo importante para fortalecer os ossos e os dentes, evitando doenças como osteoporose (mais comum em mulheres), câncer, problemas cardíacos, diabetes e hipertensão.

O que pode causar o excesso de vitamina D?

Tudo em excesso faz mal, não é mesmo? Para evitar, é importante conhecer as fontes naturais e não tomar nenhuma suplementação sem consentimento de seu médico.

Principais fontes de vitamina D

  • Carnes
  • Peixes e frutos do mar, como salmão, sardinha e mariscos
  • Ovo
  • Leite e derivados
  • Fígado
  • Cogumelos

Além dos alimentos, a principal fonte desta vitamina é a sua produção na pele a partir da exposição aos raios do sol, sendo importante tomar banho de sol diariamente sem uso de protetor solar durante cerca de 15 minutos, preferencialmente entre 11:00 e 15:00.

O sol é importante não apenas para a vitamina D em idosos, mas também contribui para evitar problemas como a ansiedade e depressão. Pessoas com histórico de câncer de pele deve procurar seu médico para buscar alternativas ou para proteger as áreas mais sensíveis durante a exposição solar.

Qual o nível correto de vitamina D?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), os níveis ideais de suplementação de vitamina D em idosos devem ser avaliados individualmente pelo médico assistente.

Qual a quantidade de vitamina D por dia?

Atenção: mesmo os níveis padronizados informados nos laudos dos exames podem não corresponder à realidade individual de cada indivíduo sem a correta consideração dos fatores particulares.

Quando a vitamina D está alta?

Em geral, quando o consumo das fontes alimentares listadas acima é feito de forma exagerada.

Para a maioria das pessoas, porém, a realidade será o oposto, seja por deficiências alimentares, seja pela baixa exposição solar.

Quando a vitamina D está baixa

A vitamina D em idosos (baixa) pode causar, além dos fatores já destacados (prevalência de osteoporose, alguns tipos de câncer, dentre outros), outros problemas relacionados à imunidade. Isto porque algumas doenças que debilitam o organismo, como gripes e resfriados, podem favorecer quadros que assemelham a demências.

Desta forma, ressalta-se que a baixa de vitamina D em idosos pode estar associada a quadros de confusão mental ao diminuir as defesas do organismo contra doenças oportunistas.

Leia ainda:

Diarreia pode ser indicativo de outros problemas no idoso

Exercícios ao ar livre podem aumentar a exposição ao sol e diminuir o déficit de vitamina D

Quais são as atribuições do cuidador de idosos em ambiente domiciliar?

O que cuidadores e familiares precisam saber a sonda GTT (gastrostomia)?

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador