Preciso de uma cuidadora de idosos
Preciso de uma cuidadora de idosos urgente: o que fazer se este for o caso de sua família
17 de junho de 2021
Doenças respiratórias na terceira idade
Doenças respiratórias na terceira idade: o que o cuidador de idosos pode fazer para evitar
19 de junho de 2021
Exibir tudo

Qual o valor do cuidador de idosos? Como cuidadores de idosos podem cobrar por seus serviços?

Qual o valor do cuidador de idosos

Qual o valor do cuidador de idosos? O artigo de hoje é para ajudar o cuidador a cobrar o valor adequado por seu trabalho, seja um autônomo (MEI), seja um pequeno empresário do ramo de cuidados. Cuidadores de idosos: saibam como precificar os seus serviços e contribuam cada vez mais para o bem estar da terceira idade!

Leia tambem:

O cuidador de idosos é um profissional de saúde?

Atribuições do cuidador de idosos numa residência

Preciso de um cuidador de idosos urgente: conheça o drama de muitas famílias

Vamos aprender sobre qual o valor do cuidador de idosos?

Preço do cuidador de idoso

A primeira forma de definir os preços de um serviço é pesquisar a média do mercado em sua região. Busque conhecer a concorrência, saber quanto os profissionais da sua área estão cobrando pelo mesmo serviço que você faz. Mas lembre-se: serviço não é produto de prateleira, serviço não é tudo igual, por isso a pesquisa deve servir para pautar uma média, não definir seu valor.

Qual o valor que o cuidador cobra

Considere custos como transporte, luvas e máscaras (se não forem fornecidas), uniformes (se precisar usar o seu), além do lucro líquido que deseja receber pela mão de obra.

A comunicação com a família sobre os valores deve ser feita de maneira clara: o combinado não sai caro, não é mesmo?

O que fazer para o cuidador de idosos receber mais?

Sem dúvidas, a resposta a esta pergunta está relacionada a algumas coisas:

  • A empatia do cuidador para com o idoso e com a família;
  • As ferramentas de trabalho de que o profissional dispõe (como o Diário do Cuidador);
  • A capacidade do cuidador de cumprir os compromissos assumidos (sugiro a leitura do artigo os 10 mandamentos do cuidador de idosos);
  • A formação (capacidade técnica do profissional), que se aprende num bom curso de cuidadores;
  • Definir seus diferenciais e esclarecê-los para os clientes

Atenção: melhor preço sozinho definitivamente não é um diferencial neste mercado, basta perguntas às famílias se deixariam seus idosos com qualquer um apenas porque cobra menos; reflita antes de falar de seus diferenciais sobre qual o valor do cuidador de idosos?

O cuidador de idosos pode cobrar quanto pelo serviço?

Esta é uma questão recorrente, e como ficou claro, a resposta depende de várias fatores. Para respondê-la, vamos para o próximo tópico.

Qual o valor do cuidador de idosos? A marca importa!

Muitos cuidadores tem dificuldades em oferecer seus serviços não porque desconhecem o que listo neste artigo, ou porque tem dificuldades com o cuidado de idosos, ou por qualquer outra questão técnica, mas simplesmente porque lhes falta uma boa apresentação, uma bandeira, uma marca forte por detrás de suas propostas.

Para isso, a Acvida pode ajudar. Oferecemos programas de parcerias e franquias que cabem em cada bolso, de modo que o cuidador profissional atraía mais clientes e feche mais negócios. Clique aqui para mais detalhes.

Quanto custa os serviços do cuidador de idosos

Por fim, para a formação de preços detalhada de um serviços de cuidadores de idosos profissionais (caso o cuidador prefira seguir sem a ajuda profissional da Acvida), incluindo encargos e impostos, sugiro a leitura do artigo “Quanto custa um cuidador em domicílio“: clique aqui.


Quer saber mais sobre Qual o valor do cuidador de idosos?

Conheça a Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos (Abeci)

Pneumonia em idosos: porque devemos manter a atenção

Como o cuidador pode se vacinar contra a Covid-19?

Adriano Colodette Machado
Adriano Colodette Machado
Fundei a Acvida em 2012 após uma necessidade familiar. Por mais de doze anos, minha avó paterna, Dona Benedita, precisou de acompanhamento por cuidadores. Nossa família encontrou todo tipo de dificuldade para atendê-la: pequenos furtos, profissionais pouco qualificados, até maus tratos. Não foi fácil. Mas contornamos os problemas e conseguimos oferecer a ela todo o carinho e conforto que merecia. Percebi uma demanda reprimida por serviços profissionalizados, e com minha experiência em negócios (desde 2003) criei a Acvida. No Blogdocuidado vou compartilhar essa bagagem com nossos leitores. Espero que gostem ;-)

1 Comment

  1. Soeli C.Persch disse:

    Gostei muito de todas as dicas .mesmo sendo técnica de enfermagem sempre temos algo para aprender todas as dicas sempre são bem vindas .trabalho de cuidadora 15 anos realmente e difícil encontrar pessoas bem qualificadas e de muita confiança

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador