saúde da pessoa na terceira idade
5 dicas para cuidar da saúde da pessoa na terceira idade
30 de março de 2021
Saúde emocional do idoso e do cuidador
6 dicas para manter a saúde emocional do idoso e do cuidador
1 de abril de 2021
Exibir tudo

7 atividades para manter os idosos ativos

Atividades para manter idosos ativos

Cuidar de um idoso envolve várias funções, e uma muito importante é ajudá-lo a encontrar práticas que o mantenha ativo. Neste artigo, citaremos 7 atividades que podem ajudar.

Manter a vida em movimento traz muitos benefícios como a socialização, bem-estar e autoestima, além de fazer bem ao corpo. 

Leia também:

Idosos e familiares: 2 boas notícias sobre Alzheimer

9 dicas de cuidados ao lidar com idosos dependentes

Colostomia: conheça o recurso que salva muitos idosos

O que é e como tratar a infecção urinária em idosos?

É importante estimular os idosos a fazerem atividades prazerosas, aquelas que podem ser realizadas sozinhas ou em grupo, que ajudam na manutenção de sua saúde física e mental. 

Muitas vezes, o idoso vive de maneira isolada, seja em sua casa ou ambiente externo. Devemos, então, envolvê-lo novamente no convívio social, proporcionando um ambiente estimulante e acolhedor.

Envelhecer é algo inevitável, mas um cuidador profissional ou familiar, por exemplo, pode ajudar o idoso a fazer atividades que o mantenha ativo e feliz.  

Apresentamos sugestões de atividades que cuidadores e familiares podem desenvolver com a maioria dos idosos, confira.

Praticar jogos de mesa e tecnológicos

Praticar alguns jogos, incluindo os de mesa, é uma atividade muito divertida e saudável. Dessa forma, é possível ocupar a mente do idoso de uma forma positiva e mantê-lo ativo. Também é uma forma também de fazer com que esse idoso interaja com outras pessoas e sinta-se bem. 

Confira algumas opções: 

  • Quebra-cabeça: trabalha a coordenação motora do idoso e ajuda a manter a mente ativa, forçando-o a pensar;
  • Jogo de paciência: caso o idoso esteja sozinho, ele pode jogar sem companhia, e se preferir pode optar pela versão virtual. Os jogos de cartas são muito indicados por exigirem do cérebro. 
  • Tênis de mesa: o conhecido ping-pong não precisa de tanto esforço físico e é um exercício possível de ser feito (muitas vezes) em casa;
  • Palavras-cruzadas: fazer palavras-cruzadas é um ótimo passatempo. Essa prática ajuda na manutenção da memória e no raciocínio lógico.
  • Videogame: para os idosos que adoram tecnologia, o videogame é uma ótima opção; os jogos eletrônicos melhoram o raciocínio e a memória do idoso, além da coordenação motora.

É essencial frisar que não de deve forçar a pessoa, ou a atividade pode virar rotina ou deixar de ser algo prazeroso.

Fazer alongamentos e ginástica

Idosos

Antes de tudo, precisamos reforçar que a ginástica é uma excelente atividade para manter os idosos ativos. Unido ao alongamento, não havendo contra-indicações, a prática se torna ainda mais saudável. 

Os músculos do corpo precisam ser constantemente alongados para impedir a rigidez que vem com a idade. É o alongamento que vai facilitar o idoso a se exercitar e evitar dores pelo corpo. 

O exercício físico é um complemento indispensável para a vida de um idoso, pois melhora a sua flexibilidade e aumenta o nível de resistência dos músculos ao desgaste e à fadiga. 

Uma ótima atividade que podemos citar como exemplo é a ioga, que se popularizou nos últimos anos. Os treinos de ioga combinam exercícios físicos de alongamento com a meditação, o que melhora o fluxo sanguíneo entre o cérebro e o coração e acalma o corpo e a mente.

Se houver limitações físicas no corpo, a fisioterapia pode ser uma alternativa (sempre com o acompanhamento de um fisioterapeuta).

Criar algo novo

Os idosos podem se envolver com a criação de algo novo, e isto pode ser muito bom. Alguns ótimos exemplos estão relacionados às artes como: desenho, pintura, escultura e teatro

Essas atividades podem ser muito divertidas, inclusive favorecendo a criatividade e o ânimo. 

Quando um idoso cria algo de novo ele(a) pode descobrir um outro talento, um hobby, algo que aumenta sua autoestima e a esperança de explorar novos projetos e caminhos. Muitos centros dia em lares de idosos (Day Care) oferecem atividades de criação com terapeutas ocupacionais.

E porque não aproveitar a companhia dos netos para desenhar e contar histórias?

O desenho acima nasceu de forma despretensiosa, quando a vovó Socorro recebeu um pedido de seu netinho Miguel: desenhar o que ambos haviam vistos em um passeio no jardim. Em novos passeios o pedido se repetiu, novos desenhos foram feitos no mesmo caderno, e a vovó Socorro (sem perceber) criou um hobby: contar histórias para o neto a fim de relembrar as atividades que fizeram juntos.

Outra criação que se tornou hobby aconteceu com o vovô Paulo: a criação de aviões de papel para o Miguel (confira sua foto no próximo tópico e conheça sua história aqui). Confira no vídeo a seguir como esta pode ser uma atividade divertida e capaz de estimular a coordenação motora do idoso e a imaginação infantil, promovendo a interação entre gerações.

Cuidar do Jardim

Cultivar um jardim ou cuidar de uma horta é uma atividade terapêutica que combina o exercício físico com a criatividade ao ar livre.

Para o idoso, a jardinagem é um passatempo muito exigente porque o força a estar em constante movimento. O “jardineiro” precisa se inclinar, levantar, caminhar, ajoelhar, alongar e sentar, dentre outros exercícios, e isso pode ser uma boa forma para um idoso se manter ativo. 

Miguel ajudando o vovô Paulo a cuidar do jardim

O simples fato de mexer na terra proporciona também contato com a natureza. É possível, inclusive, cultivar um jardim de vegetais comestíveis, o que irá permitir ter sempre temperos e legumes frescos nas refeições.

Restaurar algo antigo

A restauração pode ser um passatempo muito divertido, especialmente para as pessoas que são ágeis com as mãos. 

Existem vários exemplos de coisas antigas bem-sucedidos que foram corretamente remodeladas por pessoas idosas, como por exemplo: carros, barcos, motos e até casas. 

Por outro lado, não há necessidade de fazer algo grandioso, pode-se restaurar pequenos objetos. É uma ótima maneira de ocupar o tempo livre do idoso e mantê-lo ativo e produtivo.

A restauração de livros também é uma alternativa. Ao envolver técnicas específicas e paciência, pode ajudar a melhorar a concentração e a coordenação motora do idoso.

Ouvir música

Quem não gosta de escutar uma música, não é mesmo? Dependendo da escolha do idoso, pode ser algo animado ou calmo, trazendo um sentimento de bem estar. 

A música pode trazer ao idoso boas recordações, fazê-lo cantar, dançar e se soltar conforme o ritmo. Veja abaixo outras vantagens que a música proporciona:

  • Alivia a ansiedade;
  • Promove o bom humor;
  • Ajuda a curar dores emocionais;
  • Motiva na hora do exercício físico;
  • Melhora o sono;
  • Potencializa o desempenho mental;
  • Ajuda a moldar a própria identidade;
  • A atividade pode ser prazerosa também para idosos com demência, sendo facilitada nestes casos através de um musicoterapeuta.

Viajar para conhecer novos lugares

Apesar de ser uma atividade fora de casa, viajar é um dos passatempos mais divertidos e enriquecedores que uma pessoa pode realizar. 

Os idosos, inclusive, podem aproveitar condições especiais por conta da idade, com a oportunidade de conhecerem lugares novos e deslumbrantes.  

Existem diversas formas de viajar, como por exemplo em excursões para conhecer mais pessoas e cidades, ou realizar viagens internacionais para conhecer outras culturas. E claro: com os limites condicionados à situação de cada idoso.

Gostou deste artigo?

Leia também nossa lista de 5 hábitos essenciais para manter os idosos saudáveis e conheça a ABECI (Associação Brasileira dos Empregadores de Cuidadores de Idosos).

Editorial Acvida
Editorial Acvida
O Editorial da Acvida Cuidadores é feito por nossa equipe de conteúdo, que inclui especialistas em cuidados paliativos, em administração de equipes de cuidadores e jornalistas. Seu objetivo é trazer informações relevantes a todos os envolvidos no trato das pessoas incapacitadas de realizar o autocuidado. Reuniremos artigos médicos e científicos, publicações jornalísticas relevantes, recomendações e entrevistas com especialistas, relatos de pessoas que passaram pela experiência de cuidar de um ente querido, enfim, tudo o que possa ajudar nossos leitores a trazer qualidade de vida para idosos, familiares e cuidadores.

4 Comments

  1. Gostei muito das informações obtidas. Não tenho curso de cuidadora mas, cuido de minha mãe com 90 anos ainda lúcida, andando mas com muitos problemas de saúde. Futuramente irei morar fora do país e irei trabalhar com meu namorado q tem casas de idosos por isso gostaria de saber de que forma poderei ajudá-lo por lá. Ando pesquisando alguns sites de informações a respeito do assunto.
    Obrigada,
    Ana Lúcia

  2. Riosimeire disse:

    Gostei das dicas de atividades para o idoso pois cuido de uma idosa rebelde, faço exercícios com ela todo dia, caminhada, alongamento, bola no joelho, erguer braço, abaixar, descer escada e subir. Mas ela é teimosa e finge ter dores e se joga no chão para chamar a atenção. Tudo o que puderem me ajudar serei grata. Boa noite, Deus abençoe. Obrigada

  3. Rose disse:

    Gostei de todas as informações para manter o idoso ativo. Já cuidei de alguns idosos com Alzheimer eles adoravam músicas….
    Lembro me dê uma senhora q cuidei eu cantava as músicas q ela gostava e ela acompanhava direitinho. Pedia pra ela me ensinar a fazer rosas e ela tentava desenhar… independente do resultado ela ficava toda feliz qdo eu elogiava seus desenhos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preciso de um Cuidador